Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
page
post
aplicaciones

Ambientes seguros e medidas de prevenção da SARS-COV-2 em centros educativos

O surto do coronavírus, principalmente durante a primeira vaga, teve efeitos importantes na educação, na infância e na sociedade como um todo. Além da eliminação da presença nos centros educativos, as consequências do primeiro confinamento para os menores foram especialmente duras, devido à eliminação do convívio social e à impossibilidade de sair de casa.

Conforme reconhecido pelo Ministério da Educação, a educação é um fator fundamental para alcançar uma saúde melhor na vida adulta e, por sua vez, para que as crianças que crescem em ambientes que cuidam da sua saúde alcancem melhores resultados educativos. Esta poderosa interação implica que os primeiros anos de vida são fundamentais para o desenvolvimento e aquisição de competências, mas também para a saúde, o bem-estar e a equidade.

As evidências e a experiência adquiridas durante estes meses de pandemia indicam que o encerramento de centros educacionais como medida isolada dificilmente será eficaz no controle da transmissão da doença.

Por este motivo, a estratégia adotada após o verão foi a reabertura dos centros educativos criando ambientes escolares saudáveis ​​e seguros através das seguintes medidas de prevenção, higiene e promoção da saúde:

  1. Redução da interação social

Em geral, deve-se manter uma distância física de pelo menos 1,5m e estabeleceram-se grupos estáveis ​​de convivência na educação pré-escolar e nos primeiros anos do ensino básico.

Além disso, para minimizar ainda mais a interação social, as entradas e saídas dos centros são organizadas de forma escalonada e os movimentos dos alunos no centro também são minimizados.

 

  1. Medidas de prevenção pessoal

As principais medidas de prevenção pessoal a serem tomadas contra COVID-19 são as seguintes:

  • Higiene de mãos de forma frequente e meticulosa, pelo menos na entrada e saída do centro educativo, antes e depois do recreio, de comer e sempre depois de ir à casa de banho, e em qualquer caso no mínimo cinco vezes ao dia. Recomenda-se que seja feito por pelo menos 40 segundos com água e sabão e, caso não seja possível, pode usar-se um gel desinfetante hidroalcoólico por 20 segundos, reconhecido pela AEMPS, como o VITA ASEPGEL de Proquimia.
  • Evitar tocar no nariz, nos olhos e na boca, já que as mãos facilitam a transmissão.
  • Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com o cotovelo dobrado. Use lenços descartáveis ​​para eliminar as secreções respiratórias e descarte-os após o uso num caixote com saco e, de preferência, com tampa e pedal.
  • O uso da máscara é obrigatório a partir dos 6 anos de idade. O seu uso também é obrigatório no transporte coletivo escolar a partir dos 6 anos e recomendado dos 3 aos 5 anos.
  1. Limpeza, desinfeção e ventilação do centro
  • Cada centro deve ter um protocolo de limpeza e desinfeção que atenda às suas características. Nesse sentido, a limpeza e desinfeção devem ser reforçadas nos espaços que o requerem em função da intensidade de uso, como os sanitários, onde tem que ser pelo menos três vezes ao dia. Deve ter-se especial cuidado com as áreas de uso comum e as superfícies de contacto mais frequentes, como maçanetas, mesas, móveis, corrimãos, pisos, telefones, cabides, etc.
  • Devem ser utilizados desinfetantes com atividade virucida autorizados e registados na Direção Geral de Saúde. Na utilização destes produtos, as indicações no rótulo serão sempre respeitadas.
  • As instalações do centro devem ser ventiladas com frequência, pelo menos por 10-15 minutos no início e no final do dia, durante o recreio e, sempre que possível, entre as aulas, mantendo as janelas abertas o maior tempo possível.

A Proquimia, com 50 anos de experiência no setor da higiene industrial, tem no seu catálogo um grande número de referências de desinfetantes que cumprem a legislação em vigor, estão devidamente registados nas entidades competentes como eficazes contra o coronavírus com base na norma UNE-EN 14476.

Por exemplo, CONPACK DESINFECTANTE PLUS é um desinfetante à base de amónios quaternários adequado para a desinfeção de todo o tipo de superfícies em centros educativos, inclusive aquelas em contacto com alimentos. CONPACK DESINFECTANTE PLUS faz parte da linha ECOCONPACK de Proquimia, a linha de produtos de alta concentração para limpeza e desinfeção de cozinhas, limpeza geral e lavandaria, com grandes vantagens em termos de segurança, economia, facilidade de uso e respeito pelo ambiente.

Outros exemplos de desinfetantes de superfícies de Proquimia registados como virucidas são CONPACK BAC, ASEPVIX, CONPACK ASEPVIX, DEOBACT D, CONPACK DEOBACT D ou ASEP TA 35.

Para completar a limpeza dos pontos de elevado contacto, também é recomendado o uso de desinfetantes à base de álcool, de máxima eficácia e rápida evaporação, como ASEPCOL PLUS ou ASEPCOL WHO de Proquimia.

Você quer mais informações?
Te ajudamos

De acordo com o Regulamento 2016/679 (GDPR), fornecemos-lhe informação básica sobre proteção de dados pessoais:
-Responsável pelo tratamento: PROQUIMIA, S.A.
-Finalidade do tratamento: Gerir o envio de informação, resolver consultas e/ou recolher dados para possíveis relações comerciais.
-Legitimação: Consentimento do titular dos dados
-Destinatários: Não serão cedidos dados a terceiros, salvo por obrigação legal.
-Direitos: Acesso, retificação, eliminação, oposição, limitação, portabilidade e apresentação de queixas.
-Informações adicionais: pode consultar informações adicionais e detalhadas sobre Proteção de Dados no nosso site: Política de privacidade