Publicado em

Máquinas de lavar loiça industriais: o equilíbrio entre uma boa limpeza e manutenção e segurança alimentar

As máquinas de lavar loiça industriais destinam-se à limpeza automática de pratos e copos com água pressurizada e detergente. Entre as suas inúmeras vantagens, destaca-se que para além de agilizarem o processo de limpeza e garantirem a desinfeção térmica, permitem uma poupança significativa de água e que o pessoal se possa dedicar a outras tarefas.

Dependendo da sua forma, dimensões e do tipo de loiça ou utensílios a que se destinam, podemos encontrar diversos modelos de máquinas de lavar loiça industriais (lava-copos, cúpula ou capota, túneis lava-loiça, etc.).

Funcionamento das máquinas de lavar loiça industriais

O funcionamento geral é semelhante em todas as máquinas de lavar loiça de ciclo, sendo ligeiramente diferente nos túneis de máquina de lavar loiça em contínuo.

Enchimento:

A água entra pela eletroválvula de enchimento / enxaguamento (exceto nos casos em que existem 2 eletroválvulas) e enche a caldeira, continuando em direção à cuba de lavagem até encher até ao nível do pressostato. Durante o enchimento, o doseador de detergente é ativado para aplicar a dose de detergente que determinemos diretamente na cuba.

Aquecimento:

Uma vez cheia a cuba ou mesmo durante o enchimento, são acionadas as resistências tanto da caldeira, para aquecer a água de enxaguamento a 80-90ºC, quanto do tanque, para aquecer a água de lavagem a 50-60ºC. Esse processo demora 10 a 20 minutos. Durante o aquecimento existem máquinas de lavar loiça que permitem a lavagem a frio e máquinas de lavar loiça que não permitem a lavagem. Existem até máquinas de lavar loiça que permitem a lavagem e aumentam automaticamente o tempo do ciclo para compensar a falta de temperatura.

Lavagem:

Depois de a loiça ter sido colocada no cesto e este na máquina de lavar loiça, inicia-se a lavagem. Nesta fase, a bomba de lavagem aspira a água da cuba e, através de aspersores rotativos ou fixos na parte superior e inferior, projeta a água com detergente sob pressão sobre a loiça em circuito fechado. Este ciclo dura entre 1,5-3 minutos.

Para este processo, Proquimia recomenda a linha de produtos concentrados ECOCOCONPACK A10, A30 e A50. A gama de detergentes alcalinos para máquinas de lavar loiça industriais também será adequada, como Licuasol, Licuaclean, Licuafis, Licuajet ou Licuaplus.

Enxaguamento:

Terminada a fase de lavagem, através dos aspersores rotativos ou fixos, a água é pulverizada sob pressão com abrilhantador proveniente da caldeira. Esta fase dura entre 10-20 segundos e são consumidos 2-5 litros de água dependendo da máquina de lavar loiça. Nesse processo, o abrilhantador rompe a tensão superficial da água, fazendo com que as gotas se aglutinem numa película fina que chega a todas as partes da loiça. Quando quente, esta película de água evapora rapidamente, deixando a loiça seca e sem marcas de gotículas. Alguns exemplos de abrilhantadores são Ecoconpack Polisher, Klir, Adisec, Cerofilm ou Secosec, todos de Proquimia.

É importante saber que a água de lavagem e enxaguamento seguem circuitos diferentes. Enquanto a lavagem é feita na cuba, onde, por meio de resistências, é mantida a uma temperatura entre 50-60ºC e segue um circuito fechado, recirculando para os aspersores durante os ciclos de lavagem, a água de enxaguamento é sempre água limpa da rede, que é armazenada na caldeira, onde também é aquecido por resistências a uma temperatura entre 80-90ºC, garantindo assim a desinfeção térmica e secagem rápida da loiça.

Normas básicas de limpeza e desinfeção

Após cada turno de trabalho recomenda-se realizar uma limpeza completa ou pelo menos esvaziar e reabastecer a máquina de lavar loiça, pois ao lavar sempre com a mesma água da cuba, vai sujar-se progressivamente apesar de durante a fase de enxaguamento entrar uma pequena quantidade de água nova. Para este processo, basta remover a tampa e esperar que esvazie completamente. Em seguida, volte a colocar a tampa e quando a porta for fechada, o enchimento começará (se a máquina de lavar loiça estiver ligada). Nos modelos com esvaziamento por bomba de drenagem, além de retirar a tampa, será pressionado o botão de drenagem correspondente.

Após cada turno ou pelo menos uma vez por dia, a máquina de lavar loiça deve ser cuidadosamente limpa seguindo o seguinte processo:

  • Esvaziar a máquina de lavar loiça.
  • Remover os aspersores de lavagem e enxaguamento, tampas e filtros.
  • Pulverizar um detergente desinfetante no interior da cuba. Esfregar e deixar atuar por pelo menos 5 minutos. Produtos como Deosol, Deobact D, Asepvix Conpack Deobact D, Conpack Asepvix ou Conpack Desinfectante Plus de Proquimia podem ser usados ​​para esta tarefa.
  • Desbloquear manualmente os asperspres de enxaguamento e principalmente de lavagem que podem estar entupidos (podem aplicar-se pequenos golpes nos bocais para soltar a sujidade do interior)
  • Aplicar detergente desinfetante na parte externa dos aspersores de lavagem e enxaguamento e nas peças removidas. Esfregar e deixar por pelo menos 5 minutos. Produtos como Deosol, Deobact D, Asepvix Conpack Deobact D, Conpack Asepvix ou Conpack Desinfectante Plus de Proquimia podem ser usados ​​para esta tarefa.
  • Voltar a colocar as peças no lugar e encher a máquina de lavar loiça sem encaixar o tampão de drenagem para enxaguar por alguns segundos (em máquinas de lavar loiça com botão de enxaguamento, este botão pode ser ativado para executar esta etapa)
  • Deixar escoar a água de enxaguamento (acionar a bomba de escoamento para escoar nos modelos com bomba e efetuar alguns ciclos de lavagem sem loiça para fazer passar a água com detergente pelo interior dos bocais de lavagem e da bomba.
  • Esvaziar a máquina de lavar loiça novamente.

Neste sentido, a Agência Catalã de Segurança Alimentar (ACSA) acaba de publicar um breve documento no qual destaca a importância de uma correta limpeza e uma adequada manutenção destes equipamentos para garantir a segurança alimentar nos estabelecimentos de processamento e restauração.

 

REFERENCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ACSA. Agencia Catalana de de Seguridad Alimentaria. (s. f.). Els rentavaixelles industrials. Recuperado 19 de abril de 2021, de https://acsa.gencat.cat/ca/Publicacions/guies-i-documents-de-bones-practiques/documents-de-bones-practiques/els-rentavaixelles-industrials/